28/08/2007

festa dos bichos


Pardais em alvoroço, coelhos aos pulos, cavalos em trote, dançavam ao som da cigarra cantante.
Um gato dengoso, de cima da árvore, sussurrava à girafa, que entortava o pescoço, secretas histórias:

havia um cachorro, nascido Pastor alemão que vivia alegre atrás do próprio rabo. Por tanto tempo rodou que, ao parar, notou que perdera a direção. Como se não bastasse, tonto que ficou de tanto girar, confuso se viu sobre quem seria. Não suportou o vazio de sua condição, olhou para o Sol e identificou-se com sua grandeza. "Sou o Sol" pensou ele. Saiu pela floresta, acreditando o astro ser e topou com um leão. Observou seus gestos, notou sua soberania no reino animal e proclamou: "Sou um leão". O leão que avistara o pastor há algum tempo, cercou sua presa e o abocanhou.
Desfecho sem moral: Pastor, que se pensa Sol e imita Leão, mais cedo ou mais tarde vira refeição.

Um comentário:

Adina disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.